Dos pescadores que em alto mar iniciam a primeira preparação do produto ainda a bordo dos barcos, passando pela reclassificação e embalamento após o desembarque, tudo é criteriosamente desenvolvido, salvaguardando as características do bacalhau no seu percurso até à fábrica. Conheça todo o processo!

 

 

Classificação do Produto
O produto é classificado de acordo com o tamanho, peso e formato. Este procedimento garante o padrão de qualidade estabelecido pela Imporvenda ao produto final.

Corte
Inicialmente, executam-se dois cortes longitudinais para se retirar as asas do bacalhau. Posteriormente, realizam-se cortes transversais para a obtenção dos lombos, que são as partes com maior quantidade de carne (2º, 3º e 4º segmentos, de cima para baixo).

Separação dos Lombos
Os lombos são separados em dois grupos, segundo a espessura. Isso é feito para que todos os pedaços, independentemente do seu tamanho, permaneçam com o mesmo teor de salinidade durante o processo de dessalga. A maior espessura de alguns lombos exige, pois, mais tempo de dessalga. Assim, assegura-se a padronização do teor de sal, que é a garantia de que os lombos sempre terão a mesma concentração de sal em todos os tamanhos. Essa característica de produto é importante para os consumidores finais, que dificilmente conseguem estes resultados com o método de demolha tradicional.

Classificação
Para atingir esta padronização, 80% do bacalhau usado tem o tamanho 11/15 e o restante 7/9 (20%).

Dessalga
Os lombos são colocados em tanques com água, sendo esta devidamente tratada de modo a evitar problemas de carácter bacteriológico e fisicoquímico. A fábrica onde se procede à dessalga é climatizada segundo os padrões da Comunidade Europeia (10 a 12ºC). Essas condições são necessárias para garantir que a temperatura da água, onde o lombo estará submerso, seja constante. Qualquer elevação de temperatura causaria alteração nas fibras do bacalhau, no seu sabor e consistência.
O controlo da temperatura da água, assim como os restantes índices de qualidade (incluindo entrada e saída de água) dependem de um software que comanda sensores e válvulas electrónicas especiais. O tempo de dessalga é de, sensivelmente, 48 horas.

UltraCongelação
Terminado o processo de dessalga, os lombos entram numa máquina de congelação rápida, através de esteiras rolantes. Cada peça é submetida a uma temperatura de –120ºC. Isso faz com que o interior do peixe atinja a marca de –25ºC, em aproximadamente 30 minutos. Após a congelação, o produto ainda passa por um processo de vidragem que o protege do contacto externo.

Embalagem e Pesagem
Nesta fase, após a vidragem, as postas e os lombos são embalados, pesados electroni-camente e, finalmente, acondicionados nas suas caixas de embarque.